quarta-feira, 2 de junho de 2010

escritor wilson bueno

.
Escritor Wilson Bueno (1949 - 2010)
Fotografado (tenho quase certeza) por Eliana Borges
.
Osso para Wilson
.
Penso em Wilson Bueno
como um osso ao relento,
nu e núbil como um osso
a esmo.
.
Osso que se bastasse
de sua óssea alvura,
nu e núbil de sua própria
lua.
.
Osso que se recusasse
à sina que o paparica
e se adornasse de sua
própria adrenalina
.
Osso à deriva, a dedilhar
seus venenos como uma
visita.
.
Osso Wilson Bueno.
Ouço sua cítara.
Jamil Snege
O jardim, a tempestade

3 comentários:

  1. Sílvia Monteiro2 de junho de 2010 13:47

    Dor na alma!

    ResponderExcluir
  2. que lindo isso, leprevost!! jamil e wilson são dois espíritos muito refinados que transitaram nessa fria curitiba. sobrou muita luz pra gente!

    ResponderExcluir
  3. eu bato palmas e seco as lágrimas

    ResponderExcluir